Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Em Portugal, vamos saudar em português

Este domingo, aproveitámos as entradas gratuitas nos museus e fomos visitar o Museu dos Coches.

Assim que entramos no museu, fomos atendidos por uma colaboradora que diz o seguinte:

"Do you speak English, Portuguese, Espagnol?"

Ela estava tão concentrada na sua frase que tivemos que repetir duas vezes a seguinte frase em português:

"Somos portugueses. Falamos Português"

Lá nos indicou para onde nos devíamos dirigir mas pareceu desiludida por ter de falar em português.

 

No fim da visita, já era hora de almoço. Não conseguimos almoçar no restaurante que queríamos e fomos até ao Mercado da Ribeira. 

Fomos à parte de dentro e estava imensa confusão às 12h10, pelo que demos uma volta cá fora. Parece que agora alguns restaurantes do Mercado da Ribeira têm esplanadas. Enquanto estávamos a ver, fomos interrompidos por uma empregada de um dos restaurantes que diz o seguinte:

"Hey, guys"

E, nós, como somos pessoas bem educadas respondemos:

"Boa tarde"

A empregada virou-nos as costas e foi tratar da sua vidinha. Desconfio que foi o facto de sermos portugueses.

Isto para dizer que quando começam a saudar noutra língua que não em português, eu fico fula da vida e sem vontade de estar no sitio.

Não me venham com coisas do estilo: "Ah e tal é um sitio turístico, é normal que falem inglês". Não me convencem disto. Quando fui a Madrid ou a Londres ou a Oslo ou à Escócia fui sempre saudada da língua do país.

Estamos em Portugal, vamos saudar em Português será pedir muito? Ou não podemos ser turistas no nosso próprio país? 

Diálogos #2

Ontem o meu gajo (ele quer ser chamado assim) teve que trabalhar e então fiquei sozinha em casa e pedi uma pizza. O rapaz que me veio trazer a pizza foi bastante simpático e tivemos uma conversa agradável.

Eu: Boa noite - Assim que abri a porta arrepiei-me; estava embrulhada num cobertor.

Rapaz da pizza: Boa noite. Está mesmo frio; imagine eu na mota com este casaco.

Dei-me conta que ele estava a ouvir o relato do jogo do Benfica-Braga e decidi meter conversa.

Eu: Como está o jogo?

Rapaz da pizza: Isso depende; se for sportinguista ou benfiquista.

Provocou-me logo um sorriso.

Eu: Sou do Benfica.

Rapaz da pizza: então, tenho o prazer de lhe dizer que estamos a ganhar 3-0.

Entretanto, já tinha pago a pizza e já estava na altura das despedidas.

Eu: Obrigada, bom fim de semana.

Rapaz da pizza: tenha uma noite agradável. Bom fim de semana.

É tão bom quando somos “atendidos” por alguém tão simpático.

À uns anos atrás, os “rapazes da pizza” eram jovens que estavam a estudar e que precisavam de ganhar uns trocos. Ontem fui atendida, por um “rapaz da pizza” que já estava na casa dos 40 e acredito que esteja a fazer aquilo por necessidade e não para ganhar uns trocos.

Infelizmente, cada vez mais vejo esta situação. Consequências de viver em Portugal.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D