Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Parece que não é só fama

Este fim de semana, tivemos um dos muitos jantares de Natal com amigos. Foi um jantar muito bom; saí de lá a rir-me mas também com uma sensação de desapontamento.

Uma das minhas amigas já foi da função pública; passou recentemente para o privado.

Passava a vida a queixar que o horário era mau, que os colegas não eram grande coisa, bla, bla, bla. A ouvir esta conversa durante muitos anos, na minha cabeça formou-se a ideia de que a maioria dos funcionários da área em que ela trabalhava queriam ir para o privado. 

Afinal, parece que estava errada. Fui esclarecida que estava errada neste jantar. Então, pedi-lhe para me explicar porquê.

O primeiro argumento que arranjou era que tudo era mais fácil. Mas tudo o quê? Tudo pode ser muita coisa e pode ser nada.

Começou logo pelos benefícios. Então, arranjou um exemplo de uma pessoa que tinha acabado de sair da faculdade e só queria trabalhar a part-time. Foi-lhe concedido um horário de 20 horas por semana. Para além disto, parece que a que a troca de horários também era mais fácil.

E também é do conhecimento geral, que trabalham só 35 horas por semana enquanto o privado tem que trabalhar 40 horas.

Mas acontece que no privado uma pessoa tem que fazer por merecer, e pela conversa parece que já não estava habituada a isto. Acho que já se arrependeu de ter trocado.

Fiquei muito triste com ela. Para uma pessoa que tirou uma pós-graduação, parece que está com vontade de morrer estúpida, que não quer evoluir. Quer estar na caixinha dela, fazer o que está dentro da caixinha dela e pronto, o dia está fechado.

Todos nós sabemos a fama que a função pública tem; o que eu não espera era lidar tão de perto com um mau exemplo.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

visitas

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D