Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Isto é tudo muito bonito mas….

Antes e durante as minhas férias, ouvi noticias do género:

- Quinta no Douro ganha prémio de melhor vinho

- Tripadvisor põe praias de Portugal no top 25

- Portugal ganha 23 Óscares do Turismo

E muitas outras noticias que não me lembro.

 

E depois fiquei a pensar:

São prémios e mais prémios e nós ficamos todos contentes com isso. Este cantinho que está na cauda da Europa, está finalmente a ser dos primeiros nas listas. E ainda por cima, em algo bom (não mau, como de costume).

Ora, isto é tudo muito bonito, mas eu não consegui passar férias em Portugal na primeira semana de Setembro. Porquê?

PORQUE É MUITO CARO FAZER FÉRIAS EM PORTUGAL!!!!! E não é só caro para mim, é caro para todos.

O que eu paguei com Tudo Incluído em Espanha, dava para o regime com Pequeno Almoço em Portugal.

 

Com esta coisa dos prémios e do reconhecimento, tudo o que é negócio relacionado com o turismo, resolve aumentar os preços. Como é premiado, as pessoas pagam o que for preciso. As pessoas estrangeiras, diga-se, porque os portugueses não ganham para fazer férias em Portugal.

 

O Douro está na moda porque os vinhos estão a ser muito premiados e com preços para turista. Ainda bem que fui passar férias em miúda porque tenho família no Norte.

 

O Algarve é e será sempre dos ingleses e com preços para ingleses. Aliás, este ano quando lá estive pensei que “era melhor recortarem este rectângulo e vendê-lo aos ingleses; sempre se pagava a divida que temos”. Ficava uma espécie de Gibraltar 2.

 

A Costa Alentejana começou a estar na moda à 2/3 anos. Porque era sossegada e barata…. Entretanto, deixou-se disso.

 

Não percebo esta fixação pelos estrangeiros. Porque têm mais poder de compra? Porque dão gorjeta? (eu também faço o meu trabalho como deve ser e não me compensam para além do meu ordenado).

 

Isto não acontece só nas empresas turísticas privadas. Acontece também nos museus, castelos e mosteiros. Pagamos sempre o preço total do bilhete. Para dar dois exemplos: eu fui a Madrid e a Londres e só paguei o preço total em 2 ou 3 museus. Só pelo facto de ser cidadã europeia tinha uma redução no preço ou nem sequer pagava. Em Portugal isto não acontece.

 

No fundo, o que quero dizer é que não conheço Portugal como desejava. E a razão é porque em Portugal não se ganha para isso.

 

Isto é tudo muito bonito mas é para os estrangeiros, não é para nós.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

visitas

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D