Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Guia de sobrevivência para o WebSummit

Este ano, fui uma sortuda, e tive a oportunidade de ir ao WebSummit. Cortesia do patrão . Eu, claro que aproveitei e fui summitar durante os três dias.

Gostei desta experiência e voltaria a repetir se derem oportunidade. Tirei também algumas lições que vou partilhar com vocês. Sei que não serve para este ano mas a WebSummit vai estar aqui por 10 anos portanto ainda têm 8 anos para aproveitarem estas dicas.

A organização da WebSummit disponibiliza uma app onde o calendário pode ser consultado. Aqui podem adicionar as conferências ao vosso calendário para saberem ao que vão assistir. Analisem muito bem as entrevistas a que querem assistir. Vejam muito bem os titulos e respectivas descrições. As várias conferências ocorrem simultaneamente nos vários palcos disponiveis. Levem calçado confortável: Vão andar de um lado para o outro.

Os melhores palcos são o Centre Stage e o Forum. Grande parte do que acontece aqui são entrevistas de 20 minutos em que os convidados respondem a perguntas sobre um determinado tema. Gostei particularmente das entrevistas com vários convidados porque as entrevistas tornam-se numa troca de ideias em vez de uma entrevista pura.

O palco Planet tech é dedicado a questões ambientais. As entrevistas que ocorrem aqui estão relacionados com empresas que disponibilizam produtos amigos do ambiente. Pelo que percebi, estes produtos têm aplicações industriais mas é sempre bom saber que existe alguém a tentar proteger o ambiente. 

Se existir uma conferência com um só orador, da experiência que tive, significa publicidade. A não ser que seja alguém muito importante (por exemplo Microsoft), o resto é publicidade.

Existem outros palcos dedicados a temas especificos, como a música, a moda e saúde. Neste último, falou-se muito sobre a cannabis.

Ao longo dos vários pavilhões da FIL têm os stands de várias empresas e também das start-ups. Se forem do #teamcaçaaobrinde naveguem pelos pavilhões porque vão para casa com a mala recheada. Ou então, num tom mais sério serve para desenvolverem contactos.

E estas são as minhas dicas para sobreviver ao websummit. Espero que seja útil.

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

visitas

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D