Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Momento de inspiração

Aquele momento em que me deitei mas ainda estou acordada, é aquele momento que me surgem ideias, posts e textos para escrever.

Mas como estou naquele aconchego da cama, não me levanto para escrever. Tento memorizar tudo o que surge mas não consigo.

O resultado disto é que depois quando tenho oportunidade de escrever, não escrevo porque não me lembro das coisas. 

Perceber que mora com os pais

Durante o almoço olhei para o prato duma colega e percebi que só batatas, arroz e feijão. 

- Então, não tens carne?

- Não, não gosto muito de carne. Como só assim.

- Bem, isso ao final do mês dá uma poupança jeitosa 

- .... (30 segundos depois) Ah sim, tens razão.

Conclusão: é uma moça que ainda mora com os pais e nem deve acompanhá-los às compras.

Não tenho nada contra. Afinal já morei com os pais 

Realidade bonita

Sempre fui conhecida por ser uma pessoa menos faladora. Ao contrário, de certas pessoas não falo pelos cotovelos, não consigo nem quero fazer small talk. Não falo sobre o tempo e hoje é um daqueles dias que dá para falar do tempo. Mas eu não sou assim e este post não vai ser para falar sobre o tempo.

Por outro lado, existem muitas outras coisas que por serem demasiado privadas não têm necessidade nenhuma de serem partilhadas.

Por estes motivos todos, tenho o rótulo de pessoa fria, dura e desligada da família.

Isto é meia verdade, admito. 

Toda a minha vida fiz os possíveis e os impossíveis para não partilhar (vou admitir, esconder) certas coisas. Pela simples razão, de que me envergonham. Porque não quero olhares de pena, de perguntas constantes sobre o tema. De propostas de soluções que não resultam. Agora pensando bem no assunto, ninguém fala disso.

Eu própria neguei durante anos esta situação. Enquanto crescia fingi que não havia problema nenhum. Nunca assumi que fosse algo normal mas só quando "abri os olhos" é que admiti que aquilo era um problema. 

O meu circulo de amigos não sabe disto. Eu nunca partilhei nem o quero fazer num futuro próximo. 

Mas por só conhecerem a realidade bonita, sou muitas vezes julgada como fria porque não estou a dar a importância devida à pessoa em questão. E eu tenho que aceitar estes julgamentos não é? Não vou estragar a realidade bonita que conhecem pois não? 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

visitas

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D