Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Deu-me para isto

Boa vida, Livros, Moda e Beleza, Música, parvoices

Piloto automático

Nos últimos tempos tenho ido almoçar ao centro comercial.

E se há uma coisa que vejo todos os dias, é que as pessoas que me atendem têm um guião do que têm a dizer. Até aqui, não há nada de mal; o problema é quando entram em piloto automático. Eu sou uma pessoa trapalhona por natureza e quando encontro pessoas em piloto automático, parece que tudo fica pior. E, para além disto, fico sem saber perceber português e ainda tenho que coordenar as minhas acções.

Vejamos a situação de hoje:

Eu: Boa tarde, queria o linguini de salmão.

Fui buscar o tabuleiro que estava um metro ao lado.

Empregada: E a sopa, qual vai ser?

Eu: Quais são as sopas que tem? – não tinha visto escrito em lado nenhum as sopas do dia

Empregada: bla bla e tomate – isto foi o que percebi

Eu: desculpe, não percebi

Empregada: Sopa de espinafres ou sopa de tomate

Eu: Sopa de espinafres

E começo a tirar a carteira da mala. Como qualquer mala de mulher, a minha é um mundo e tirar a carteira é sempre uma luta. Mas, lá consigo tirar a carteira que fica na minha mão esquerda e a mala pendurada no mesmo braço. Enquanto faço isto, tenho a sopa ao balcão para eu passar para o meu tabuleiro e já tenho que avançar na fila.

Comecei um número de equilibrismo: sustentar a mala no braço esquerdo, a carteira na mão esquerda e esticar o braço direito para agarrar a sopa. De repente, sou interrompida:

Empregada: E a bebida, qual vai ser? Temos água, refrigerante e chá – diz a empregada de uma vez só, sem sequer respirar.

Eu: quais são os chás que tem? – ando armada em saudável

 Empregada: temos chá de bla bla, chá verde e gengibre.

Eu: pode ser esse – a esta altura estava mais concentrada em coordenar as minhas acções sem fazer asneira.

Coloco a mala ao ombro, a carteira em cima do tabuleiro e tento agarrar a sopa. Mais uma vez interrompida:

Empregada: São x euros

Tiro o cartão da carteira já muito apressada e dou à empregada para passar na máquina e marco o código muito rapidamente. Consigo, finalmente, pôr a sopa e o chá no tabuleiro e prosseguir na fila, e o mais importante, sem entornar nada.

Eu percebo que existam muitas pessoas à hora de almoço e que é necessário despachar a fila. Mas entrar em piloto automático? Mas, por favor, não disparem as perguntas de uma vez só. It's too much for me....

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Gosto disto

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D